Branco na hora da provaNão existe coisa pior do que estudar, estudar e estudar e na hora da prova as informações importantes simplesmente sumirem da sua mente!

Para a felicidade geral da nação, o Escola Concursos trouxe algumas dicas para diminuir ou até mesmo eliminar o branco na hora da prova.

Confira 8 passos para acabar com o branco na hora da prova

Aplique esses passos simples e nos conte os resultados nos comentários.

1. Estude todas as matérias

Se você não estudar a matéria, é claro que não vai se lembrar dela quando precisar! Nenhuma matéria constante do edital pode ser ignorada, não importa se você tem facilidade ou mesmo se tem pós-graduação na área. No mínimo, leia resumos e faça exercícios.


2. Faça revisões periódicas

Não adianta estudar o assunto apenas uma vez. Nosso cérebro trabalha com memória de curto, médio e longo prazo, e a única forma de garantir a transferência das informações da memória de curto para as de médio e longo prazo é acessando-as com frequência. Uma vez por semana, dedique um tempo para revisar toda a matéria vista nos dias anteriores. É interessante fazer também uma revisão mensal e outra nos dias que antecedem a prova.


3. Pratique

Resolver exercícios de provas anteriores ajuda muito a fixar a matéria, e ainda funciona como um diagnóstico do que você precisa rever ou onde deve aprofundar seus estudos. Mais uma vantagem: as bancas costumam repetir muitos exercícios de um concurso para outro, portanto há grande chance de você se deparar com questões que já resolveu antes na sua prova. Então, o que acontece? Você se lembra rapidamente das respostas e ganha tempo para focar nas outras questões.


4. Cuide da ansiedade

Algumas pessoas gostam de estudar na véspera da prova e dizem que têm bons resultados assim. No entanto, para a maioria das pessoas, esse é um período de extrema tensão, e a ansiedade é um dos fatores que podem provocar o “branco”. Por isso, é melhor tirar o dia anterior para praticar uma atividade física, fazer um programa light com os amigos ou assistir um filme engraçado – qualquer coisa que te deixe relaxado e feliz. No dia da prova, vale a mesma dica: ouça sua música favorita, faça uma caminhada e evite discussões.


5. Não sabe? Pula!

Sempre comece a prova pelas matérias que você domina mais. Além de ganhar tempo, você também ganha autoconfiança e o seu cérebro passa a achar a prova mais fácil. Se encontrar uma questão cuja resposta não lembra, não perca tempo: faça uma marcação e deixe para quando terminar as mais fáceis.


6. Mantenha a calma

Já ouviu falar em “programação neurolinguística”? Seu cérebro é programado para aceitar como verdade absoluta tudo o que você pensa. Então, quando se deparar com uma questão difícil, nada de pensar “putz, não sei!”. Mantenha a calma e tente se lembrar da matéria fazendo um rascunho, esquema ou um quadro com palavras-chave. Uma ideia puxa a outra, e essa tática ajuda muito a lembrar da resposta.


7. Faça uma pausa

Depois de algum tempo resolvendo a prova, a concentração tende a cair naturalmente e a tensão começa a atrapalhar a memória. Peça para ir ao banheiro, lave o rosto, jogue água nos pulsos e na nuca e alongue o corpo. Comer um chocolate também pode dar aquele “up” nas suas energias.


8. Realmente não lembra? Chute com inteligência

OK, você tentou de tudo e ainda não conseguiu lembrar a resposta, ou não faz a menor ideia de qual seja. Tudo bem, não há mal nenhum em chutar desde que você otimize o “chute” ao máximo. Primeiro elimine alternativas absurdas, que “soem estranhas”. Depois, elimine as que generalizam um conceito usando palavras como “sempre”, “nunca”, “em hipótese alguma”: toda regra tem uma exceção.

Sobraram a A e a C, e agora? Um último truque é contar quantas vezes você marcou cada alternativa, pois as grandes bancas costumam seguir uma proporção (exemplo: 25% das questões têm como gabarito a A, 25% a B, 25% a C e 25% a D). Assinale a que foi menos marcada até agora e torça para dar certo!